Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Admitindo que os onze titulares de Benfica e FC Porto são semelhantes aos que foram nos últimos jogos, qual o valor económico que cada um dos clubes vai colocar em cima da relva da Luz?

 

Em primeiro lugar, que critério devemos usar?

O do valor de compra, como usam os clubes nos seus relatórios, ou o valor de mercado actual que pode ser obtido em vários sites?

Segundo os relatórios de contas dos respectivos clubes, o valor líquido do plantel do Benfica é de 112 milhões de euros, e o do FC Porto é de 79,2 milhões de euros. 

Porém, neste total, estão incluídos muitos jogadores, e ainda por cima a preços de compra. 

Não me parece que seja este o melhor indicador, pois alguns jogadores já foram comprados há uns anos, uns já foram amortizados, outros não.

 

O critério mais correcto é o do valor de mercado.

Ora, segundo o site transfermarkt.co.uk, que faz cálculos permanentes destes valores, para centenas de clubes diferentes, o valor de mercado do plantel do Benfica é neste momento de 231,3 milhões de euros, enquanto o do FC Porto é de 197,4 milhões de euros.

Para uma outra empresa, a brasileira Pluri Consultoria, os valores não diferem muito: Benfica com 248,3 milhões de euros, FC Porto com 201,2 milhões de euros no plantel.

Só que, mais uma vez, esses valores são referentes ao plantel todo, não ao onze que irá entrar em campo no próximo domingo na Luz.

Para conseguirmos saber o valor dos onze, teremos de ver jogador a jogador.

 

Quanto vale então o onze do Benfica? Segundo o transfermarket.co.uk, estes são os valores dos 11 encarnados que deverão ser titulares:

Artur, 4 milhões de euros

Maxi Pereira, 10 m€

Luisão, 6 m€

Garay 20 m€

Siqueira, 8 m€

Matic, 27 m€

Enzo, 9 m€

Gaitan, 18 m€

Markovic, 10 m€

Rodrigo, 10 m€

Lima, 12 m€ 

Nesse caso, o valor do total do onze do Benfica será de 134 milhões de euros.

Para quem acha que há outros candidatos a titulares, ou que Jesus vai mexer na táctica, aqui deixo os valores de Sulejmani, 2,5 m€, de Djuricic, 10 m€, ou mesmo de Ruben Amorim, 4,5 m€. 

Se por exemplo, não jogar Rodrigo e jogar Ruben Amorim, o valor total do onze desce para os 128,5 milhões de euros.

 

E quanto vale o onze do FC Porto que irá entrar em campo? Segundo o mesmo site, o valor de mercado dos jogadores é o seguinte:

Helton, 3,2 m€

Danilo, 11,5 m€

Maicon, 9 m€

Mangala, 20 m€

Alex Sandro, 16 m€

Fernando, 17,5 m€

Lucho, 5 m€

Carlos Eduardo, 2 m€

Licá, 5 m€

Jackson, 30 m€

Varela, 7,5 m€

O valor total deste onze do FC Porto é de 126,7 milhões de euros, abaixo do onze do Benfica.

Para quem aposta num onze diferente, aqui deixo também os valores de Josué, 6 m€; de Herrera, 7 m€; de Defour, 8 m€; ou mesmo de Quaresma, que apenas vale 1,5 m€. 

Se, por exemplo, em vez de Carlos Eduardo jogar Defour, o valor total do FC Porto passa para 132,7 m€, que já é muito próximo do Benfica, e pode mesmo ultrapassá-lo, caso na Luz jogue Ruben Amorim em vez de Rodrigo.

 

Outras curiosidades interessantes:

- o valor de mercado da defesa do FC Porto (56 m€) é superior ao valor da defesa do Benfica (44 m€).

- o valor de mercado do meio campo do FC Porto, formado por Fernando, Lucho e Carlos Eduardo (24,5 m€) é claramente inferior ao valor de mercado do meio-campo do Benfica, considerando Matic, Enzo e Gaitan (54 m€).

- o valor do ataque do FC Porto, com Jackson, Licá e Varela (42,5 m€) é superior ao valor do ataque do Benfica, formado por Markovic, Rodrigo e Lima (32 m€).

A conclusão que se retira daqui é que as duas equipas têm um valor aproximado, sendo que o FC Porto tem uma defesa e um ataque mais valiosos, e o Benfica um meio-campo que vale mais do dobro do meio-campo do FC Porto.

Os números do campeonato até à 14ª jornada confirmam esta conclusão: o FC Porto marca mais e sofre menos golos, e o Benfica vence os seus jogos com o seu bom meio-campo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:13


2 comentários

Sem imagem de perfil

De Rui Martins a 12.01.2014 às 20:27

Caro Domingos...
Acerca do seu último post sobre a BenficaTV (de 11/12/13), há um ponto que penso não deve analisar da forma como fez.
Nos primeiros 5 jogos em casa, o Benfica teve um pouco menos de público em média. Mas dizer que isso é causado pela BenficaTV parece-me errado. É que basta ver que no final da primeira volta e com um percurso quase semelhante (recebendo Braga e Porto e tendo 7 jogos em casa), a média é ligeiramente superior à da primeira volta da época passada.
Tenho informações que este mês, o número de assinantes pode se aproximar dos 350 mil. É expectável que depois do jogo do Sporting, algumas dezenas de clientes (de outros clubes) desistam... mas é expectável que a média até final da época esteja entre 250 e 300 mil!
uu
Imagem de perfil

De Domingos Amaral a 13.01.2014 às 10:15

Caro Rui, é verdade que as médias subiram, mas quando fiz a minha análise, início de Dezembro, isso não era verdade! Mas, a performance da equipa melhorou, e as assistências também! Quanto ao número de assinantes, tal como eu disse no meu último post sobre esse tema, também acredito que possa chegar perto dos 300 mil, sobretudo se a equipa jogar cada vez melhor! Cumprimentos, Domingos Amaral

Comentar post



Sobre o autor

Domingos Amaral é professor de Economia dos Desportos (Sports Economics) na Universidade Católica Portuguesa. É também jornalista e escritor e tem o blog O Diário de Domingos Amaral.


Contacto

oeconomistadabola@gmail.com

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D