Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Depois de mais uma jornada da Liga dos Campeões, talvez agora já muitos dos meus leitores estejam convencidos que, como aqui escrevi, tanto Benfica como FC Porto têm mínimas possibilidades de chegar à final.

O FC Porto, o que é raro, está a realizar uma Champions muito abaixo do que é normal.

Perdeu, em casa, dois jogos seguidos, contra o Atlético de Madrid e contra o Zenit.

Embora sejam duas boas equipas europeias, nenhuma delas é considerada um grande tubarão.

O FC Porto, é bom recordar, era o cabeça de série, o clube que vinha do Pote 1.

Mas, depois de perder dois jogos, começa a ser extraordináriamente difícil aspirar a mais do que a queda para a Liga Europa.

Com apenas 3 pontos, os azuis e brancos têm de ir a São Petersburgo, o que já é difícil, pois é uma viagem longa, e têm de vencer, o que é muito complicado.

Além disso, têm de ir ao Vicente Calderon, a casa do Atlético, que este ano tem a equipa mais forte dos últimos 30 anos.

À primeira vista, parece uma missão impossível. Mas, mesmo que vençam um dos jogos, não é certo que sigam em frente.

Agora, já não se irão ouvir as frases de Lucho ou do presidente, sobre o gozo que lhes daria ir a uma final disputada na Luz...

Mas, o Benfica não está muito melhor.

Depois de ter vencido em casa um Anderlecht fraquito, e de ser trucidado por um Paris Saint Germain galáctico, que não ganhou por mais porque não quis, o Benfica tinha de ganhar ao Olympiakos em casa.

No entanto, não o conseguiu, e o empate 1-1 até pareceu um pouco lisongeiro.

Quem foi ao estádio, como eu, viu um Benfica sem grande chama ou eficácia, na primeira parte, e que podia ter ido para o balneário a perder por mais do um golo.

Depois, houve um dilúvio, deixou de ser jogo para passar a ser lotaria, e só um frango do Roberto nos permitiu um milagroso empate.

Ontem, ficou confirmado que Roberto não serve para este nível, só com aquele falhanço tirou dois pontos aos gregos...

É claro que o Benfica até pode vencer na Grécia, e é cedo para dizer que está fora de combate, mas fazendo um balanço dos três primeiros jogos, o panorama não é famoso.

A jogar assim, o Benfica é pior do que o Olympiakos, e portanto dificilmente seguirá em frente.

O mais provável, neste momento, é que as duas equipas portuguesas sigam para a Liga Europa, e não para os oitavos-de-final da Champions. 

Como já aqui escrevi, era um delírio tonto pensar que Benfica ou FC Porto podiam chegar à final.

Não têm nem talento, nem confiança, nem capacidade para isso.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:09


1 comentário

Imagem de perfil

De Equipa SAPO a 26.10.2013 às 21:40

Boa noite,

O seu post está em destaque na área de Opinião da homepage do SAPO.

Atenciosamente,

Catarina Osório
Gestão de Conteúdos e Redes Sociais - Portal SAPO

Comentar post



Sobre o autor

Domingos Amaral é professor de Economia dos Desportos (Sports Economics) na Universidade Católica Portuguesa. É também jornalista e escritor e tem o blog O Diário de Domingos Amaral.


Contacto

oeconomistadabola@gmail.com

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D