Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Depois do descalabro do FC Porto ontem em Sevilha, a que Quaresma chamou "uma vergonha", a pergunta que se deve colocar é: foi boa ideia mudar de treinador?

Muitos adeptos e comentadores do FC Porto disseram que Paulo Fonseca era péssimo, e que já devia ter saído há muito tempo.

E quase todos eles elogiaram Luís Castro pela sua postura e pelas suas escolhas.

Porém, os números são implacáveis, e com 11 jogos realizados pelo FC Porto, a verdade é que Luís Castro apresenta piores resultados que o seu antecessor.

Se observarmos a percentagem de vitórias, onde cada empate vale metade de cada vitória, temos que em 11 jogos, Luís Castro tem 7 vitórias, 1 empate e 3 derrotas.

A percentagem de vitórias de Luís Castro é pois de 68,1%.

Ora, no momento em que saiu, Paulo Fonseca disputara 35 jogos com o FC Porto, tendo obtido 21 vitórias, 7 empates e 7 derrotas.

A percentagem de vitórias de Paulo Fonseca era de 70%.

Ou seja, era melhor do que a de Luís Castro é.

Valeu a pena despedir o treinador?

Não. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:15


2 comentários

Sem imagem de perfil

De blackjack betclic a 14.04.2014 às 00:47

O problema deste FCP vai muito além do treinador, seria óbvio que a troca por Luís Castro não resolveria nada, para mais nesta altura do campeonato.
Só espero, como adepto portista, que a próxima época seja preparada com mais rigor e que estes resultados não se repitam...
Sem imagem de perfil

De Sofia Bernardino a 14.04.2014 às 16:15

A lógica merceeira do post não faz qualquer sentido, devemos também balizar o tipo de adversarios defrontados... nesta fase da época o Porto apanhou adversarios mais fortes, mesmo no campeonato o calendario piorou... Portanto se for para olhar para numeros devemos aplicar coeficientes... um Paulo Fonseca que nunca ganhou em casa na Liga dos Campeos havia de jogar bem contra um Napoles......

Comentar post



Sobre o autor

Domingos Amaral é professor de Economia dos Desportos (Sports Economics) na Universidade Católica Portuguesa. É também jornalista e escritor e tem o blog O Diário de Domingos Amaral.


Contacto

oeconomistadabola@gmail.com

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D